A escoliose idiopática é o tipo mais frequente de escoliose diagnosticada, mais de 8 em cada 10 casos.

Não é possível identificar um fator causador para o desenvolvimento desse grupo de escoliose.

Ela pode ter a influência de fatores genéticos, de melatonina e de anomalias em fibras musculares.

Quando acontece ?
É mais comum durante as fases de crescimento mais rápido, na adolescência, entre os 10 a 12 anos de idade para as meninas ou 11 a 16 para os meninos.

Quais são os tipos ?
Existem 4 tipos principais de escoliose idiopática que são classificados de acordo com a idade de início :
– Escoliose infantil – até 2 anos de idade;
– Escoliose juvenil – 2 a 10 anos de idade;
– Escoliose idiopática do adolescente – 11 a 17 anos;
– Escoliose do adulto – acima de 18 anos.

Como fazer o diagnóstico ?
O diagnóstico é feito através do exame físico, geralmente após o problema já ter sido notado por algum parente ou pelo próprio paciente.

Exames complementares também podem ser solicitados, tais como : radiografia panorâmica, tumoração computadorizada e ressonância magnética.

É muito importante a consulta com um um médico especialista em coluna, apenas ele pode identificar o problema e o tratamento ideal.